Esporas não vão a fandangos ou bailes, esta ferramenta é muito bem quista nas estancias e fazendas onde a peonada precisa para as lidas do dia a dia.

Muitos peões alem das esporas ainda usa o mango para o beiçudo entender quem manda. É ferramenta imprescindíveis nas gineteadas e domas de baguais xucros. Mas nunca devem ser usadas em bailes ou fandangos por ser considera uma grave e uma afronta aos peões e prendas que estiverem no salão - quando isto acontece em geral, por alguém que exagerou na bebida ou alguém que esta procurando arruaça, o patrão ou dono da casa retira o malacara pra fora mas não sem antes dar um chá de casca de vaca! É ofensa grave.

As esporas apenas adentram em um salão em dia de fandango se forem usadas pela invernada artística onde serão representadas danças tradicionais gaúchas - danças da segunda e terceira geração cito estas duas gerações porque nesta já existiam a figura da prenda. Depois das apresentações os peões podem se entreveirar no fandango, NUNCA SEM ANTES RETIRAREM AS ESPORAS! E atenção para o detalhe; se for uma apresentação onde os peões usaram o chiripá, este também deve ser retirado e trocado pela bombacha. O chiripá também não pode ir a um fandango por ser um traje de época.

Sempre entendi que os cursos de dança gaúcha são os grandes divulgadores da cultura gaúcha, somente na nossa região (Vale do Itajaí - SC) devemos ter mais de 60 grupos que a cada 3 meses realiza uma baile de formatura quase sempre de casa cheia! Muito embora estes cursos não tenham nenhum vinculo com o MTG deveriam manter as regras e os compêndios das danças e também as maneiras com que um vivente deva frequentar um baile. Dia destes em um bailezito, formatura de um grupo de dança lá na Canhanduba, bairro de Itajaí, de repente notamos alguns peões dançando de esporas, dançaram umas duas marcas e alguém deve ter reclamado, pois se retiraram da pista de dança. Fiquei sabendo que haveria uma apresentação da Invernada artística daquele grupo, mas isto não justifica a grosseira falha! Onde esta o posteiro????!!!! PASMEM!!! O POSTEIRO ERA UM DOS QUE DANÇAVAM DE ESPORAS!!!!!

Outro detalhe importante; Em ambiente coberto, não devem ser usados chapéus, boinas ou bonés, muito menos em um baile gaúcho! E neste mesmo baile, a peonada que estava na recepção estava usando chapéu dentro do salão - como é que vamos exigir que ninguém use chapéu no salão se apeonada do grupo está desrespeitando esta regra de caráter social?

Os grupos de dança precisam saber mais da cultura gaúcha e dos bons costumes, não é somente receber as mensalidades e o lucro dos bailes.

 

Ademir Canabarro